Prefeitura de Quirinópolis
ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 26 ago 2021

Em conferência, Assistência Social debate caminhos para enfrentar desigualdades

Na última quarta-feira (25), a Prefeitura de Quirinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social, e Conselho Municipal de Assistência Social realizaram a 9ª edição da Conferência Municipal de Assistência Social. Durante toda a manhã, autoridades municipais e do Estado, educadores, entidades representativas, profissionais da saúde e da atenção primária estiveram reunidos para pensar sobre o tema “Assistência Social: direito do povo e dever do Estado, com financiamento público para enfrentar desigualdades e garantir a proteção social”.

A Presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, Heloiza Alves Ribeiro, participou do encontro e ressaltou a importância do momento. “As conferências municipais de assistência social são fundamentais e estão previstas na lei orgânica da Assistência Social”, explicou. “Por isso, os municípios, apesar da pandemia e das dificuldades, têm se organizado para que aconteçam e Quirinópolis se organizou de uma forma muito bacana, cumprindo os protocolos, discutindo com grupos intensos”, completou.

Neste sentido, a palestrante da manhã ressaltou que a conferência municipal é o início de discussões que vão sendo ampliadas, primeiro para níveis estaduais até dezembro, quando está previsto que aconteça a conferência nacional. “A conferência vem propor novos rumos, nós estamos com uma gestão iniciando, então estamos tentando encontrar os caminhos para planejar como agir”, afirmou. Para isso, durante o evento, os participantes puderam discutir e votar eixos temáticos, tópicos de relevância social e que discutem iniciativas públicas para promoção de direitos, que serão levados à plenária estadual.

Nos municípios, os direitos se concretizam

Tudo isso é importante porque “tudo acontece no município. É o município que realiza, tudo vem se efetivar no município”, explicou a presidente e completou “então, os municípios devem perceber que a gente precisa discutir para que sejam mantidos e alcançados novos direitos”. Heloiza assim o papel fundamental do poder público municipal para garantir que as políticas de proteção social evoluam em benefício da população. “Temos um prefeito como o de vocês que está com vontade de realizar ações junto com a secretária. Então, isso no nível municipal é fundamental”, finalizou.

Nesta perspectiva, durante a abertura do evento, o prefeito Anderson de Paula ressaltou o trabalho que tem sido desenvolvido pela pasta para garantir que tais benefícios cheguem aonde devem chegar, mas também a necessidade de promover ações que criem oportunidades reais para a população. “Nós estamos fazendo uma Assistência Social séria. Queremos também dar as redes e ensinar a pescar”, completou. 

Assim, a secretária da pasta, primeira-dama Geiciane Souza aproveitou para saudar os presentes e expor o desejo de promover a Assistência Social sob um caráter humanizado, que leve dignidade às famílias assistidas. “Antes de ser um bom profissional, seja um bom ser humano”, finalizou com o pensamento que tem impulsionado as ações da secretaria e vão possibilitar concretizar tudo que foi discutido durante o evento.