Prefeitura de Quirinópolis
ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 10 jan 2022 · Meio Ambiente

Meio Ambiente lança projeto de conscientização ambiental nos órgãos públicos

Como diz o ditado “exemplo vem de casa”, por isso, como forma de incitar a mudança de hábitos no cotidiano da população promovendo práticas mais sustentáveis, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente lançou o projeto “A mudança começa em mim”, que tem por objetivo implementar atitudes mais sustentáveis no dia a dia dos servidores públicos municipais. Buscando a efetividade das ações, a iniciativa começou a ser implementada por partes, iniciando na unidade Tudo Aqui e, aos poucos, será estendida a todos os órgãos públicos.

A Secretária Municipal de Meio Ambiente, Solange Fátima, se reuniu com os servidores da unidade de atendimento rápido para apresentar o projeto, que explora quatro eixos principais: “servidor consciente”, “rascunhos: lixo ou novas possibilidades?”, “descarte consciente” e “pertencimento”. No primeiro, servidor consciente, “o objetivo é incentivar os servidores a utilizar canecas para hidratação em horário de expediente, reduzindo o uso de copos plásticos descartáveis”, explicou. O que leva ao segundo ponto, a reutilização de papéis que seriam descartados.

Servidores aderem a práticas mais sustentáveis no ambiente de trabalho

Neste sentido, o projeto apresenta três novas possibilidades para os papéis usados que seriam descartados: reciclagem, confecção de blocos de anotações, compostagem. “A reciclagem de papel é uma ação que evita a derrubada de inúmeras árvores, uma vez que cada tonelada de papel que é reciclado impede que a indústria precise cortar cerca de 20 a 30 árvores para a extração de celulose”, explicou a secretária, “Além disso, a produção de papel reciclado ajuda a economizar 80% de energia elétrica e uma grande quantidade de água”, concluiu.

Outro ponto abordado é sobre o descarte consciente de resíduos. “que envolve desde a separação correta dos resíduos sólidos de acordo com o tipo de material com que são produzidos”, explicou a secretária, até mesmo a conscientização acerca do descarte de bitucas de cigarro, as quais não devem ser jogadas nos jardins e calçadas do centro administrativo.

Por fim, um convite da pasta aos servidores foi para que haja o sentimento de pertencimento ao ambiente de trabalho. Assim em casa, o dever de zelar pelos espaços comuns, mantendo-os organizados, apagando as luzes ao sair e desligando os ar-condicionados, por exemplo. Com tudo isso, além do impacto ambiental, “medidas como essas trazem para o município uma economia que acarretará em diversos benefícios”, finalizou a secretária.